Os Raios

Se eu não tivesse que dormir,
Ficaria na janela olhando os raios
Brancos, as espadas dos anjos
Fustigando potestades.

Se eu não tivesse que dormir,
Passaria a noite sentado no quintal
Olhando os raios, ouvindo trovões;
Receberia a tempestade.

Hoje as nuvens estão dentro de mim,
E o meu anjo sou eu.
Mas não esgrimo com raios.
Deixo tudo no breu.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s