Nota sobre “Tintin in the Land of the Soviets”, de Hergé

Aventura de estréia do repórter, então conduzido por um Hergé rapazote de vinte e dois anos. Tintin viaja para terras russas para saber a verdade sobre o que se passa na União Soviética e seu caminho é tortuoso desde o início, pois um comunista tenta eliminá-lo já no trem, com uma bomba. Logo nessa seqüência inicial podemos perceber a acidez de Hergé: comunistas não se preocupam em cometer assassinatos em massa na busca por seus objetivos, e pior, acusam a vítima: Tintin é acusado pelo “desvio” de dez vagões e pelo “desaparecimento” de 218 pessoas.

Em solo soviético, portanto, Tintin passa pelos mais diversos apuros enquanto vai descobrindo a verdade sobre aquele regime. O repórter descobre que as fábricas trabalham apenas para inglês ver e que lá não há economia pujante; descobre que as votações são forçadas, sob a mira de armas, e a população desarmada nada pode fazer a respeito. Descobre também que os recursos obtidos da exploração do próprio povo vão para os líderes do partido comunista e para a máquina internacional de propaganda; descobre fome e miséria.

Para o trabalho de um jovem de apenas vinte e dois anos e sem qualquer treinamento formal em arte, “In the Land of the Soviets” está ótimo. O público alvo não era exatamente o adulto, então Hergé não se preocupou muito com a verossimilhança; aliás, ele não se preocupou nem um pouco. Tintin sobrevive a situações que teriam matado o Batman e realiza façanhas dignas de heróis dos quadrinhos que só surgiriam depois ele. Além disso, o repórter conta com uma sorte sobrenatural.

Não sou desenhista e nem entendo muito de desenho, então nada falarei dos traços, mas tenho elogios a fazer no que diz respeito à escrita dos diálogos, especialmente às falas do Milu, pois muitas são hilárias, e tão engenhosas que achei impossível não sorrir aqui e ali.

*

 

Nota rápida escrita em 2017 imediatamente após a leitura do álbum.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s