Brevidades #7

Fui comprar sapatos hoje e, após ver os preços, já estava achando que ia precisar me cortar pra fazer pacto lá na loja mesmo.

*

Após a leitura de “Marx and Satan”, de Richard Wurmbrand, não tenho mais como descartar a influência satânica no Socialismo e no Comunismo.

*

Diálogo no mercado.

Carol: Estamos esquecendo alguma coisa?
Eu: Só aquilo que a gente vai lembrar quando chegar em casa.

*

Reli o “Auto da Barca do Inferno”, de Gil Vicente, e talvez a maior lição da peça seja a seguinte: Não adianta esquentar banco de igreja, se confessar, comungar e fazer penitência se o arrependimento não é sincero, se o apego pela erronia é maior do que o apego por Cristo.

*

Há umas músicas infantis que não sei se quero deixar meu filho ouvir. Como explicarei a ele, por exemplo, que alguém doente e com a cabeça quebrada, ao que tudo indica, ainda foi dançar lambada? Imagine a situação grotesca e repugnante, é a última dança antes da morte, dança regada a grunhidos, baba ou ranho e sangue.

*

Quem quer começar a entender a bosta que virou o Brasil faria bem em ler “A Nova Era e a Revolução Cultural”, de Olavo de Carvalho.

*

Muita gente precisa entender que “Cidadão de Bem” não é sinônimo de “Santo” ou de “Perfeição Encarnada”.

*

Uma vez minha sogra fez café pra todo o mundo, e logo no primeiro gole notei algo estranho. Discretamente, conferi a embalagem e vi que a coisa estava vencida havia pelo menos três meses.

Ao meu redor, todos bebiam embevecidos e conversavam naturalmente sobre as mais diversas amenidades, falavam do tempo maluco, contavam fofocas do trabalho…

Eu, que não sou melhor que ninguém, bebi também.

*

Se você é brasileiro e não tem opinião imediata firme e irrevogável sobre o que quer que surja na sua fuça, seja física quântica, seja interpretação bíblica, seja a situação dos pagodes no Nepal, seja cinema indiano, seja a arte daquele pintor que você não sabe nem pronunciar o nome, você nem gente é. Brasileiro tem de saber tudo. Sempre.

*

Depois de passar um tempo com Lima Barreto entendi melhor o que disse Domingos Paschoal Cegalla em sua “Novíssima Gramática da Língua Portuguesa”: “Não há uniformidade entre os escritores quanto ao emprego dos sinais de pontuação.”

*

Sair de Lima Barreto para Machado de Assis é mais ou menos como passar da cerveja ao vinho.

*

Uma das atitudes mais intelectualmente desleixadas e preguiçosas que já vi é a de, para se furtar a maiores explicações e posar de ente superior, o sujeito dizer que tudo é interesse, que tudo tem interesse por trás, como se isso encerrasse qualquer questão. Mas quais os interesses por trás disso e daquilo? Como esses interesses se articulam? Como surgiram? Tentar entender a realidade, que é bom, o sujeito não quer.

*

Após ver o episódio VIII de Star Wars a impressão que ficou é de que ele foi escrito e dirigido por quem não gosta da série e despreza os fãs. É como se Rian Johnson tivesse adotado a missão de desconstruir o que pudesse, sem se preocupar, lógico, com o processo de reconstrução.

*

Acabei de ver um sujeito dizer que sacrificaria dez crianças pobres para salvar a vida de um animal em extinção. Quem ainda se recusar a enxergar a mentalidade genocida e maligna que o animalismo deixa nas pessoas está numa situação muito complicada. Já disse uma vez e repito: feminismo, animalismo, ideologia de gênero, todas essas merdas são cabeças da mesma Hidra.

Se você é anti-humano, afaste-se de mim.

*

No século XIX, Bentinho sentiu ciúmes de Capitu por causa de suas idas aos bailes cariocas com os braços descobertos. Hoje, Bentinho sentiria ciúmes por Capitu descer a raba desnuda até o chão.

*

Antes de falar algo na internet para alguém que mora muito longe de você, ou que talvez nem tenha como saber quem você é de verdade, é bom fazer a seguinte reflexão: “Se eu estivesse desarmado diante de um lutador de MMA musculoso de dois metros e quinze eu diria isso, e desse jeito?”

*

Carol: Não, Johann, você nunca vai ficar grávido.

Eu: Você ficará só com a parte divertida do trabalho.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s