Duas notinhas sobre “The Haunting of Hill House”

“The Haunting of Hill House” foi uma grata surpresa, a série tem seus defeitos, mas se destaca em meio a tantas histórias de terror medíocres que vejo por aí. Os membros da família Crain – a família que passa pelos apuros sobrenaturais – são devidamente explorados: todos possuem uma curva de desenvolvimento, e mesmo considerando que alguns deles são caricaturais, são caricaturas críveis e que guardam alguma riqueza.
Ademais, a série possui momentos que com certeza puseram medo em muita gente, e acredito que este seja um dos principais objetivos de uma história de terror.

*

No último episódio de “The Haunting of Hill House” a atenção aos diálogos é dispensada em troca de algum efeito, talvez lírico e melancólico, que Mike Flanagan, o criador da série, tentou alcançar. Nesse episódio, pelo menos 5 personagens além de Steven, que é escritor, se puseram a falar de maneira algo poética e mais ou menos obscura.

Eu sei que o povo de língua inglesa tem a literatura na veia – quando li “Time, Work-Discipline, and Industrial Capitalism”, ensaio de Edward Thompson, fiquei impressionado ao ver como até as pessoas mais comuns possuíam diários, e diários bem escritos, ou se arriscavam em versos –, mas o pessoal da série exagerou nesse último episódio e me fez parar de acreditar no que eu assistia.

É claro que esse deslize, embora grave e somado a outros menores, não ofusca todo o trabalho dos realizadores do projeto. “The Haunting of Hill House” é uma obra que se destaca no gênero a que pertence e vale ser vista.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s