Brevidades #16

“O Especialista”, conto de Lima Barreto, apresenta ao leitor o que talvez seja o maior risco para o homem que vive uma vida libertina, tratando mulheres como iguarias que devem ser provadas sem tantos cuidados ou compromissos. É que um sujeito que segue vivendo assim cedo ou tarde pode acabar provando, sem saber, a própria filha.

*

Hesíodo já indicava regras pra vida milênios antes do homem lagosta. O cara ensinava até a mijar.

*

[286] To you, foolish Perses, I will speak good sense. Badness can be got easily and in shoals: the road to her is smooth, and she lives very near us. But between us and Goodness the gods have placed the sweat of our brows: long and steep is the path that leads to her, and it is rough at the first; but when a man has reached the top, then is she easy to reach, though before that she was hard.

Hesíodo, em “Trabalhos e Dias”

*

Comecei a reler “Um Estudo em Vermelho” e fui lembrado de que Sherlock Holmes já espancou defuntos para estudar a formação de hematomas pós-morte.

*

Meu notebook levou uma queda e estou sem poder fazer diversas coisas. O lasca é que eu tenho quase certeza que foi só o HD que soltou mas a porra da Samsung, além de não colocar uma abertura separada para o HD, ainda selou os parafusos com magia.

*

Eu ainda sou um zé-ninguém, mas sou um zé-ninguém leal e extremamente agradecido ao professor Olavo de Carvalho. O que estão fazendo com ele é simplesmente deprimente. A virada do Lobão foi a única que me surpreendeu, mas eu não devia ter ficado surpreso, afinal quem muito se desmancha em rapapés geralmente é duas caras.

*

“Rush ‘n Attack” combina dois atributos bastante comuns a jogos mais antigos: a ingenuidade idiota e a dificuldade cruel. Controlamos um sujeitinho que, incumbido de uma missão improvável, é largado em território inimigo armado com uma faquinha de pão estranhamente letal – provavelmente besuntada com veneno – e guarnecido por apenas cinco vidas, sem continuidade, isto é, se o jogador gastar as vidas o jogo acaba e o soldadinho tem de recomeçar da primeira fase.

O problema é que o jogo não é bom o suficiente para empolgar, e o que foi concebido como desafio vira só chateação. O trocadilho sonoro besta do título dessa versão de Nintendinho é o melhor que o negócio tem a oferecer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s