Poeminha do Fernandinho para a mãe

Hoje vamos imaginar um pequeno Fernando Pessoa, com sete anos de idade, declamando os seguintes versinhos para a mãe:

“Ó terras de Portugal
Ó terras onde nasci
Por muito que goste delas
Inda gosto mais de ti.”

*

Retirei o poeminha do volume “Obra Poética de Fernando Pessoa – Poemas de Alberto Caeiro, introduzido e organizado por António Quadros”, da coleção “Livros de Bolso Europa-América”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s