Partidas de Cartas

Assisti “Une partie de cartes”, do Méliès, e fiquei besta com a quantidade de coisas acontecendo na tela e com a vivacidade dos personagens, afinal, este é um filme dos primórdios do cinema. É também, que eu saiba, o primeiro remake cinematográfico. A versão original é dos irmãos Lumière, e embora ela seja um tanto mais elegante, não é tão viva quanto essa abordagem do Georges Méliès.

Vou deixar as duas aqui, são curtíssimas.

Original.

Remake.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s