Editorial – Gimbold e os Monstros

Minha mulher, aquela graciosa entidade abençoada formada pelo terno abraço entre a beleza e a gentileza, cheia de generosidade, comentou o seguinte em meu primeiro editorial:

Olá, Yuri, meu Amor!

Parabéns por ter posto o site de volta à ativa.

Adorei a sua ideia de colocar posts editoriais aqui e acho muito válido usar esse espaço para colocar informações sobre como andam os seus projetos também. Mesmo que você só tenha publicado alguns trabalhos mais periféricos da sua obra, sua escrita é uma pérola na literatura nacional, mas poucos dos que te acompanham sabem que podem comprar um livro seu se quiserem.

Seria super legal se num próximo editorial você pusesse alguns parágrafos sobre como mestrar RPG de mesa para os seus amigos na adolescência foi o embrião para criar seu mundo fantástico que hoje conta com dois livros escritos, contos avulsos e uma infinidade de textos mitológicos. “As Fadas da Xícara de Chá” é um livro infanto-juvenil pequeno, carismático, e que te trouxe adultos com e sem filhos te cobrando por uma sequência. Aqui você poderia responder a perguntas e atualizar os interessados sobre os projetos aos quais você tem se dedicado.

Você escreve várias coisas que pelo menos a princípio não passam pelo site e os editoriais podem ser usados para dar noção aos seus leitores do tamanho e da qualidade da sua obra. Tenho certeza que todo mundo que te segue vai gostar.

Da sua maior fã. Beijo!

Antes de continuar, quero agradecê-la pelo comentário, muito obrigado, este tipo de incentivo é excelente, aquece o coração e fortifica o espírito.

Pois bem, tratarei de “As Fadas da Xícara de Chá” noutra ocasião, agora seguirei o seu conselho, isto é, informarei a eventuais interessados meus projetos atuais. Farei isso rapidamente, pois este texto deve sair amanhã, 09 de outubro, às seis da manhã, e são quase dez da noite.

A verdade é que agora, além do meu ganha-pão, só estou com dois projetos. O primeiro é uma crítica razoavelmente aprofundada sobre o primeiro “Silent Hill”, para Playstation, e o segundo, maior e mais importante, é a revisão de “Gimbold e os Monstros”, livro que se passa em Orundia, um dos continentes do meu principal mundo fantástico, escrito em 2013.

“Gimbold e os Monstros” conta as aventuras de Gimbold Tarim, um gnomo meio mentiroso, bem-intencionado, incapaz de domar a própria língua, que a princípio sai numa jornada rumo ao adultismo (na família de Gimbold, um gnomo só é considerado crescido se fizer uma viagem pelo mundo e voltar amadurecido) e depois começa a viajar por outras razões. As viagens, claro, oferecem grandes perigos, especialmente por causa da língua maldita da pequena criatura.

Amanhã de manhã, se Deus quiser, “O Crichtul”, primeiro capítulo do livro, aparecerá aqui; ele ficará em destaque no site durante toda esta rodada de postagens.

Depois de amanhã, será a vez d’um haicai que submeti a um concurso. Como não fui selecionado, decidi postá-lo à vontade.

Ao longo dos dias, surgirão por aqui uma nota a respeito de “Pokémon Origins”, algumas brevidades (textos mui curtos), um continho ligeiro zoando comerciantes que zoam os clientes, um poema inspirado em “Canção”, da Cecília Meireles — só que otimista, outro conto ligeiro que envolve um grilo e um sujeito insone e breves reflexões mais ou menos apressadas sobre o núcleo dos personagens e sobre como lidar com as dificuldades da vida.

Por fim, no dia 20, postarei um resumo da minha história com as Terras Eternas, meu principal mundo fantástico. Contarei como elas surgiram, como foi o desenvolvimento inicial do mundo e em que pé as coisas estão hoje.

Obrigado a todos pela visita, sejam sempre bem-vindos e fiquem bem.

*

Bragança Paulista, 2020

Imagem: Yuri Mayal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s