Aborto e Abortistas

Hoje me lembrei d’um sujeito dizendo que não adiantava proibir o aborto, pois o troço sempre existiu e continuará existindo.

Porra, bora liberar todos os crimes então, já que eles sempre existirão!

Aliás, abortista parece mesmo ter mente atrofiada, muitos deles, por exemplo, dizem que o bebê no ventre da mãe pobre deve ser morto senão necessariamente virará bandido. A possibilidade da criança se tornar cineasta, escritora, médica, cientista, professora etc, sequer é contemplada, o único caminho para aquele bebê é o caminho do crime.

Ademais, eles reclamam quando alguém diz o óbvio dos óbvios, isto é, que só é contra o aborto quem já nasceu. Eles acham ruim quando dizem isso, desconsideram essas palavras imediatamente, mas onde raios está a mentira na afirmação? Um sujeito que nasce, desfruta do mundo, gosta de estar vivo e quer privar os outros das dores e maravilhas da vida baseado em frases ôcas e mil subjetividades inconfessáveis é o egoísta supremo travestido porcamente de altruísta.

Pra pessoa ser abortista e coerente ela tem a obrigação de executar um auto-aborto retroativo, e não adianta chegar com desculpinha de que aquilo na barriga da mãe não é ainda uma vida, qualquer ultrassom atesta o contrário. É uma vida humana, bela e frágil, que não pode se impor de jeito nenhum, indefesa como só ela, necessitada de amor e proteção, não de crueldade homicida.

*

Bragança Paulista, 2020

Imagem: Pexels

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s