Brevidades #3

7

Existem uns poemas despretensiosos que, sem pedir muita licença, se acomodam na minha memória, acham logo seu cantinho e de lá se recusam a sair. “O Major”, de Manuel Bandeira, é um desses poemas.

8

Antes do meu batismo eu sempre me sentia meio estranho em templos católicos, meio deslocado. Depois do batismo, toda vez que entro numa igreja ou numa capela me sinto em casa, sinto-me verdadeiramente acolhido. Batismo é coisa séria.

9

Parece que para alguns desses amantes da liberdade os cristãos devem não somente ficar passivos diante do escarnecimento do que eles consideram mais sagrado, mas até aplaudir esse escarnecimento para mostrar como são tolerantes, evoluídos. E tem cristão que cai nessa esparrela satânica.

Cristão que fica batendo palma pra ateuzinho burro e debochado só pra ser legal talvez nem perceba que já trocou de Senhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s