Quinto Quarteto de Quadras

17

Chove…

Chove, chove, chove…

Chove, chove, chove, chove, chove, chove, chove…

Chove, chove, chove, chove, chove, chove, chove, chove, chove, chove10²¹

18

Late, late o cão,

Chama seus amigos.

Latem, latem todos,

Sinfonia de perigo.

19

Eles se deitam na soberba,

Cobrem-se de conceitos não compreendidos,

E sonham loucos sonhos

De entendimento.

20

Queria pôr em garrafas

Mensagens de paz e harmonia,

De consolo e alegria;

Quem as abrisse, sorriria.

*

Bragança Paulista, 2014

Imagem: Pexels

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s