Brevidades #24

116

Fabrice Hadjadj, em sua empreitada perigosa, afirma que o diabo joga em todos os lados, é como se o anjo caído ocupasse todos os lugares d’uma mesa de pôquer, ele semeia confusão e discórdia d’um modo tão sutil e refinado que é impossível para nós, meros mortais, rastrear todos os seus artifícios e esgotar a lista de suas possibilidades.

117

Quando vejo a sanha autoritária presente em tantos de nossos prefeitos e governadores, a presteza de muitos guardas e policiais em obedecer ordens infames e a covardia histérica de parte razoável da população, desconfio que sombras negras ainda pairarão sobre nosso país por muito, muito tempo.

120

É impossível que o amor à verdade ande dissociado do amor ao próximo.

121

Rapaz, a turma que está com mania de atacar adversários políticos a todo custo e a enfiar política imediata em tudo está emburrecendo muito rápido. Não há mais nuances, não há mais senso de proporções, não há reflexão e o leque das intenções, emoções e motivações humanas já caiu esbagaçado e é pisoteado o tempo inteiro, em breve restará desfeito.

Estas pessoas não estão bem.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s