Brevidades #30

160

É impressionante como tantas pessoas estão abdicando bovinamente da própria percepção e deixando que terceiros escolham para elas o que é discurso de ódio e notícia falsa.

162

Um dos elementos que mais aprecio nos filmes de Hayao Miyazaki é o equilíbrio com o qual ele trata questões ambientais. Ao contrário dos ativistas imbecis, Miyazaki não apenas considera de verdade os humanos como parte da natureza, como não condena de maneira tão taxativa e irrevogável o progresso material da sociedade e as pessoas que vivem em sociedade. Os humanos não são tratados sempre como monstros destruidores insensíveis, como pestes exterminadoras, e a natureza não é sempre retratada com gentileza e magnanimidade professoral.

Em “Nausicaä..”, “Castelo no Céu”, “Princesa Mononoke” e “Ponyo” a mensagem que fica, no que diz respeito à natureza, é de equilíbrio e harmonia.

165

Deus me livre de viver num local onde animais valem mais do que seres humanos. Muitos dos que apoiam essa inversão de valor simplesmente esquecem que são humanos, ou que seus pais, irmãos e filhos são humanos.

Para esses animalistas idiotizados geralmente uma pergunta basta: sua mãe vale menos que uma porca e você vale menos que um rato?

167

Ginger, personagem de “O Cavalo Amarelo”, é uma mulher forte, bem resolvida e extremamente corajosa, arrisca o próprio pescoço para deslindar as maquinações tenebrosas d’uma organização maligna. Isto não a impede de, ao final da história, se alegrar com a possibilidade de casar e ser uma boa mãe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s