Brevidades #34

183

No quarto episódio de “Supernatural” Sam e Dean encaram um demônio que se compraz em derrubar aviões. Para arriar as aeronaves o dianho possui o tripulante mais fraco do vôo, isto é, o sujeito mais perturbado ou mais afundado em vícios. Imagino que uma combinação de vícios e perturbações seja ideal para os intentos d’uma criatura dessas.

Tenho pra mim que pessoas afligidas por imensas preocupações ou entregues à vivência desregrada fruto dos vícios são especialmente inclinadas para o mal.

Quanto mais segura e virtuosa é uma pessoa, menos brechas ao mal ela deixa. Isso não quer dizer que alguém mui seguro e virtuoso não possa sofrer com o mal, com suas tentações e seus ataques, contudo alguém assim não entregará facilmente aos demônios as rédeas da própria vida, jamais se renderá de coração tranqüilo;

184

Quem fala que não existe Cristofobia ou é idiota, ou é extremamente mal-informado ou é uma pessoa muito ruim.

188

Hoje tirei o dia para trabalhar na segunda versão de “Seu Vieira” (a primeira perdeu-se co’uma queda do computador), conto que escrevo em homenagem a um taxista que foi o mais próximo que tive de figura paterna na vida.

Oras, a história se passa em Recife e Vieira, naturalmente, visita alguns pontos da capital pernambucana; o trabalho me deixou nostálgico e logo me peguei lembrando daquela abençoada terra de altos coqueiros, daquela nova Roma de bravos guerreiros, do Pernambuco imortal. Entre tantas memórias atropeladas e sobrepostas acabaram se destacando as recordações de minhas infantis caças aos pombos que, à época, cobriam o Pátio de São Pedro. Minha tia possuía uma agência de turismo por ali, e toda vez que íamos vê-la no trabalho eu corria pro meio dos pombos. Eles voavam, e como se coreografados, pousavam vários metros adiante. Eu corria de novo, livre, fundido ao vento, qual espírito despreocupado que já encontrou e cumpriu o sentido da própria existência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s