Brevidades #45

236

Tem uma turma tão burra e desonesta que está chamando quem desconfia de vacinas novas, feitas às pressas, de anti-vax. A desconfiança é unicamente a respeito das vacinas contra o corona — a da Pfizer inclusive já causou reação alérgica fortíssima em quem não tinha histórico de alergia –, é uma desconfiança simples e legítima, não dá pra confiar tão cegamente em vacinas que não passaram pelo menos alguns anos em uso, mas os jumentos insistem em taxar os desconfiados de anti-vax, como se fôssemos contra qualquer vacina.

Ou seja, os dementes juntam a palha, montam o espantalho, arranjam pedaços de pau, arregaçam com o boneco e depois saem se achando superiores. É muito engraçado.

É uma turma muito burra e muito doida.

237

Hoje um maluco desejou minha morte meramente porque eu insisti que não tomaria vacinas feitas às pressas, sem dados de médio e longo prazo.

238

Provavelmente não serei lido, pois não tenho alcance, mas fica aqui o apelo aos jornalistas sinceros e não alinhados ao “progressismo”: acompanhem as pessoas que tiveram reações fortes às vacinas, monitorem a saúde delas mês a mês; quando possível, semana a semana. Acompanhem também outras pessoas vacinadas que ainda não apresentaram reações adversas.

Ninguém mais fará esse trabalho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s