Sonhos na Lua

Singro acordado outro mar de estrelas,

Desembarco na argêntea Ilha da Lua,

E de lá, vejo a realidade nua.

Abaixo-me e pesco sonhos perdidos

Que podem bem ser meus ou de amigos.

Volto pra casa cansado e feliz

Sonhando as jornadas noturnas que fiz.

*

Bragança Paulista, 2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s